Sobre mim

“Apaixonada por letras que se juntam de forma tão mágica para contar uma história”.

Escritora, jornalista, roteirista e membro da Academia Santista de Letras.

Nasci em Santos em 1971. Desde pequena eu era aquela que escrevia de tudo: um primo faria aniversário? “Chama a Viviane que ela escreve o cartão”. Vão mandar flores para a tia distante? “Pede uma frase para a Viviane”. E eu adorava. Sempre amei dar forma através de palavras aos sentimentos que enchem a gente de emoção.

Gosto desse “dom” – inato e lapidado – de conseguir colocar no papel o que as pessoas sentem, pensem e, às vezes, nem imaginaram, mas quando leem descobrem ali exatamente o que gostariam de dizer. Gosto – e sempre gostei – de viver rodeada de livros.

Como os números me encantavam tanto quanto as letras, no colegial vacilei e fiz técnico em Processamento de dados. Na hora de escolher a faculdade, com o coração dividido entre Direito e Análise de sistemas, na última hora venceu o Jornalismo: a ideia de viver de escrever e escrever para viver era a realização de um sonho.

E já se passa mais de um quarto de século que a “foca”, como chamamos os recém-formados, descobriu a paixão que é a adrenalina de uma redação de jornal – e também de um estúdio de rádio. Ainda na faculdade, a grande alegria: participar do seleto grupo de Focas do Estado de S.Paulo, escolhidos entre os formandos de todo o Brasil, em parceria com a Cásper Líbero para a Especialização Universitária em Jornalismo Impresso.

Trabalhei por três vezes no principal jornal da minha cidade – A Tribuna de Santos – atuando de repórter a editora de Local (que envolve Cotidiano, Política e Polícia) e Esportes. Fui editora de Cultura em jornais regionais e trabalhei na rádio CBN Santos. Também atuei como repórter no jornal Folha de S.Paulo, sendo correspondente de Goiás e Rondônia na Agência Folha. Escrevi, como freelancer, para a Revista Época e por 5 anos fui repórter da Revista dos Vegetarianos. Houve ainda diversos trabalhos como freelancer, textos de sites, artigos, contos, crônicas… Letras que parecem não ter fim.

Entre jornais, assessorias de imprensa e criar um filho maravilhoso, comecei a escrever livros – projetos meus e trabalho para empresas. E também a escrever roteiros institucionais e realizar projetos literários.

Alguns já saíram do papel; outros começam a ganhar vida. Quer saber mais? Acompanhe por aqui as novidades.

 

Conheça minhas obras publicadas.